Escrita Inkz: antimanifesto para uma arte incapaz

Escrita Inkz: antimanifesto para uma arte incapaz "Keith haring dog hoodie", de Banksy

"A poesia contida neste livro ampara-se naquilo que tem caracterizado o autor como intelectual: brilho do pensamento sobre o mundo, agudez da reflexão sobre o outro e sobre si mesmo, profundidade do mergulho nas águas da alma humana e gênio de professor. Boaventura de Sousa Santos parece almejar aqui um poeta pedagógico - uma poesia que ensine, uma escrita poética filosofante. A inteligência vária e o gênio múltiplo nem sempre estão em muitos. Eis aqui um caso em que estão num só. Na pletora de potências de um só individuo. Boaventura de Sousa Santos tem podido, ao longo de sua produtiva vida intelectual, variar a inteligência e multiplicar o gênio. Ei-lo aqui, mais uma vez, (des)dobrado em exímio poeta."

Gilberto Gil

 

 

BOAVENTURA DE SOUSA SANTOS é sociólogo e poeta. Tem livros publicados em diversas línguas, sobre globalização, sociologia do direito, epistemologia, democracia e direitos humanos. Como poeta, publicou, entre outros, O rosto quotidiano, e pela Confraria do Vento, Rap Global, 139 epigramas para sentimentalizar pedras, Crônicas de Acabária e Manifesto antipteridófitas.

 

 

 

 

Informações adicionais

  • Categoria: