Terezas

“As opiniões e valores dos parentes e dos amigos perderam inteiramente o sentido talvez por ela, mesmo sem saber, ter deixado de ser Therezinha, com tê-agá, do jeito que a mãe escrevia o nome da santa. O que ficou entre as folhas da mata de Dois Irmãos foi mais do que o hipotético cabaço moral. Os orgasmos – no plural, porque ela deixou de contar no terceiro – ao ar livre na trilha do parque começaram a borrar os traços do projeto original e a esboçar Tereza, uma tela que só tomaria uma forma mais clara e definitiva muitos anos depois, quando o corpo do comunista jazia gelado sobre a pedra do necrotério.”

 

INÁCIO FRANÇA é jornalista e gestor de Comunicação. Como repórter, escreveu para o Diário Popular, o Diário de Pernambuco e ganhou o prêmio Vladimir Herzog de Jornalismo e Direitos Humanos. Publicou Trilogia das cores, de crônicas de futebol, e os livros de registros de história oral Um rio de gente e O rio que não passa.

 

 

 

 

 

 

Informações adicionais

  • Autor: Inácio França
  • Preço: 45,00
  • Categoria: Romance
  • ISBN: 978-85-5532-037-8
  • Nº de páginas: 144