Claranã

“Esse som ancestral que me consome

Tem raízes nas plagas sertanejas

Me dá vida a catar longas pelejas

Marca a alcunha de bardo no meu nome

Cicatriz feita em carne jamais some

A herança que trago dos meus pais

É a música que flui para os meus ais

Na viola tem sua resistência

Na palavra o espaço de clemência

E martela o verso a pedir mais”

 

CIDA PEDROSA nasceu em 1963, em Bodocó, Sertão de Pernambuco. Escritora, advogada, pós-graduada em ciência política, é uma das editoras do site Interpoética. Tem 6 livros de poemas publicados e participa de antologias e coletâneas de poemas e contos no Brasil e no exterior.

Informações adicionais

  • Autor: Cida Pedrosa
  • Preço: 37,00
  • Categoria: Poesia
  • ISBN: 978-85-5532-015-6
  • Nº de páginas: 96