Bourdieu à brasileira

"O leitor encontrará nas páginas deste livro uma pesquisa rigorosa e original sobre a recepção da obra do sociólogo Pierre Bourdieu no Brasil. Rigorosa, posto que realizada na documentação reunida no Fundo de Arquivos Pierre Bourdieu, sediado na École Pratique des Hautes Études; original, por se tratar, sobretudo, de cartas trocadas entre Bourdieu e cientistas sociais brasileiros. Segundo a autora da pesquisa e organizadora do livro, Maria Eduarda da Mota Rocha, a reflexão pretende elucidar “como se formou e atuou a rede de cooperação franco-brasileira em torno de Bourdieu nos anos de 1970 e 1980, momento inicial de propagação de sua obra entre nós”. A socióloga desentranha os liames que ligaram a primeira geração de jovens cientistas sociais à divulgação dos escritos do sociólogo e do Centro de Sociologia Europeia por ele dirigido." Maria Arminda do Nascimento Arruda

 

MARIA EDUARDA DA MOTA ROCHA é Professora Associada do Departamento de Sociologia da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Egressa do Programa de Formação de Quadros do Cebrap, foi Professora convidada das Universidades Paris II (Panthéon-Assas) e Paris III (Sorbonne Nouvelle). É autora de A nova retórica do capital – a publicidade brasileira em tempos neoliberais (Edusp, 2010, Prêmio Jabuti) e de Pobreza e cultura de consumo em São Miguel dos Milagres (Edufal, 2002).

 

 

COMPRE AQUI

https://pag.ae/7YnY_Vm-m

 

Informações adicionais

  • Autor: Maria Eduarda da Mota Rocha (Org.)
  • Preço: R$ 77,00
  • Categoria: Sociologia
  • ISBN: 978-65-5844-027-7
  • Nº de páginas: 388