revista

 

editorial

e créditos

outros

números

envio

de material

editora

cartas

dos leitores

links

contato

 

 

 

 

 

 

 

 

 

guilherme zarvos


canalhinhas e canalhões

 

 

Não é ofensa pra ninguém. É título. Aqui inicio outras estórias: nunca havia visto, de leituras de outras primuras do colunista dito e conhecido como Ancelmo Gois do jornal O Globobo + que Beleza, a Loja Rio de Janeiro no espaço. O culunista fez tal sorte de crédulo com um tal de Zé Padilha, natural das cercanias da Zona denominada Sul da referida cidade. Os dois cidadãos se adimiraram tanto, que o jornalista deu de falar bem de um filme que o comerciante Zé Padilha assuntou. De sorte que quem conhecia o tal Zé comerciante com olhar astuto, meu primo Pedro Nabuco, natural da mesma região queu, e conhecendo Zé e tendo até trabalhado com o Zé do comércio sei lá que (h)era, pode contar. Muito mais do que eu primo Pedro é avalizado para falar do Zé do escritório, tipão dono, que o colunista tanto diz bem quente disse que ele fez um filme tropa da elite, acho, este tipo capitão de mato, pegador de fujão, mas que faz serviço extra si necessário.

Lá nos EUA que cinema é que nem água tem filão de tudo. Tem dos gangsters, glamorizados ou perversos odientos, tem de guetos. Os das gangs.

Este filme só pode ser visto assim. Filão. Seriado da Globo. Para quem gosta.

E o filão da liberdade, de plante maconha em casa, este não aparece.
 


                                DEU NO JORNAL

O Globo 26 de dezembro de 2007



                                ANCELMO
                                GOIS


                        www.oglobo.com.br/ancelmo




Padilha e Meirelles

(...) metem o malho no consumo de drogas,
inclusive de maconha, sob o argumento de
que estimula o tráfico.
 

 

ESTAGENTEGANHAMILH

ÕESCOMCINEMAFALAND

ODEDROGASENEMAOME

NOSDEFENDEAPLANTAÇ

ÃONASRESIDÊNCIAS

 

ISTOÉ UMABORBULHANTE

 

Laurent Gabriel vai lançar seu livro, em formato americano, quer dizer, 14 por 24 quer dizer, ele é espada, diz no seu livro poesia lauraniesca. Conviver com o Laurent é ver um ser medieval. O último dos Gaulezes! Bufa mais que seus tribais. O livro está ótimo. A Cronópios vai bem obrigado. Comprei o livro do Victor Paes. Deixei em Santa Teresa na casa de um amigo. Ouve-se well. Fiquei chateado e agora já sei que está lá. Lá irei. Claudius Gay, quase um imperador romano, diz que é tudo michê, feios e bonitos, michês e cortesãs, tudo, escritor e escritora, para Claudios Gay dono de um potente self serve-se cultural em que ele mecenata. Infelizmente, ele até pediu baixinho da Xuxa, professor , me pediu, insinuante e não adiantou. Claudios Gay foi reprovado para Sócio Honorável do ou da CEPensamento, loja para casamentos e até traições. De todos os tipos. Ericson Pires virou especialista e fez a tese Cidade Ocupada publicada por Lolô da Aeroplano e o livro agora foi indicado para grande prêmio com o charme do Jockey de quando tinha gente gostando de cavalo suado e correndo. Forte e grosso. Tarados. Agora ele está produzindo outro de auto-ajuda dizendo "eu não agüento multidões!", nosso astro pop está cansado de coletivos demais de umdoisquesomatrêsseis e no final é duumdois e só. Trêsseis ralam. Esqueceu Her Ericson, do Amor Líquido, do Bauman? Também não há quem güente tanta tradição. Por esta e outras mestra Lolô ganhou prêmio. Merecido. Belle de Époque 2007. 2008, quem quiser aparecer na loja CEPensamento da casa do Cacetete, e-mail para guilhermezarvos@uol.com.br. Logo haverá um site em que o Márcio-André põe o braço para todos em 2008 e a inauguração do Instintuíto Correctivo do Zarvoleta. O leão de chakra é o Ericson. O despertador o Daniel Zarvos: E o Laurent, fala o colunista que gosta do Zé... bem deixa para lá. Untãtá.


 


GUILHERME ZARVOS é escritor, boêmio e articulador cultural. Publicou Morrer (2002), Zombar (2004), entre outros. É co-fundador, junto com o poeta Chacal, do CEP 20.000, pólo cultural que, desde 1990, vem confluindo várias gerações de poetas e artistas do Rio de Janeiro.
 


 

voltar ao índice | imprimir

 

 

confraria do vento

 

counter customizable free hit